CRECI 21504J

55 11 99666-3888 55 11 99730-3888

Quer construir sua obra?

Imprensa - Notícias Premoeng Imóveis

Desenvolvimento regional: Governo anuncia R$ 4,35 milhões em investimentos

UNICIDADES


Deste total de investimentos, R$ 320 mil serão destinados para a Agência de Desenvolvimento Regional (ADR) Unicidades. O recurso será utilizado na elaboração de estudo de Planejamento Estratégico Regional. O protocolo de intenções entre a entidade e o Governo do Estado foi assinado durante a cerimônia em Bom Jesus dos Perdões.

Sobre o protocolo de intenções assinado com a Agência Unicidades e que permitirá a realização do estudo de Planejamento Estratégico Regional, o deputado Beto Trícoli enfatizou que o trabalho científico permitirá que os planos diretores das cidades sejam integrado, o que garantirá o desenvolvimento da região, sempre com o foco na sustentabilidade.


“Estamos assinando protocolo de intenções para planejamento estratégico regional, para integrar os planos diretores e aproveitar potencialidades, além de permitir que as Prefeituras superem as suas dificuldades. Muitas vezes os prefeitos se deparam com dificuldades diárias e não tem tempo de planejar”, disse o deputado ao falar dos desafios que os administradores públicos enfrentam diariamente. “Esta agência permite a utilização da inteligência, do planejamento, para quebrar as dificuldades”.


O deputado Beto Trícoli valorizou a importância da Agência de Desenvolvimento Regional Unicidades. “Ela tem papel de fazer aquilo que as prefeituras não conseguem fazer por falta de recurso, ou não conseguem enxergar por falta de visão regional. É o grande desafio”, enfatizou.

O presidente da ADR Unicidades, Rolf Marcos Sitta, que participou da cerimônia, destacou a importância da parceria entre a agência e o Estado. Para ele, os 15 municípios paulistas que integram a Unicidades (Extrema, em Minas Gerais, também é associada da agência) estão em uma região estratégica, muito próximos da capital e no entroncamento de rodovias importantes, como o eixo Fernão Dias e Dom Pedro. Além disso, a região é responsável pelo abastecimento de água de grande parte da capital paulista. Ele explicou que a pressão pelo crescimento das cidades é grande e, por isso, reforçou que “esse crescimento tem que ser transformado em desenvolvimento e ele só acontece se for planejado”, disse o presidente ao falar sobre a importância da parceria com o Estado. “Nossa preocupação neste momento é em manter as riquezas desta região e ao mesmo tempo viabilizar desenvolvimento com empregos de qualidade, garantindo que as nossas cidades cresçam sim, mas planejadamente. Esta riqueza necessita do apoio do governo , de toda excelência dos técnicos do Estado e também das pessoas que moram aqui”, destacou.

Via Rápida


Também haverá investimentos estaduais (R$ 3, 820 milhões) para 1528 vagas do programa Via Rápida do Emprego nos municípios de Atibaia, Bom Jesus dos Perdões, Bragança Paulista, Águas de Lindóia, Amparo, Guarulhos, Jarinu, Mairiporã, Monte Alegre do Sul, Pedra Bela, Pinhalzinho, Piracaia, Serra Negra, Socorro e Vargem. O programa Via Rápida oferece cursos de capacitação profissional de até três meses nas áreas de construção civil, comércio, indústria e serviços. As atividades são gratuitas e os alunos, além de receberem uma bolsa do Governo do Estado, contam com auxílio transporte.


Ainda sobre os investimentos estaduais, Beto Trícoli lembrou que o oferecimento dos cursos do Via Rápida na região garantirá oportunidades importantes não só para a juventude, mas para todos aqueles que passam por dificuldade para entrar ou retornar ao mercado de trabalho. “É um mecanismo eficiente de formação rápida de mão-de-obra qualificada. Quem participa do projeto recebe uma bolsa para aprender e ainda auxílio transporte. Temos demandas imediatas de capacitação e formação. Nós queremos para a região as boas iniciativas, os bons projetos, como estes anunciados pelo Governo do Estado”, destacou o deputado.

Centro de Inovação


A região foi beneficiada ainda com a assinatura de protocolo de intenções entre a Prefeitura de Atibaia e o Governo do Estado para a elaboração de estudo de viabilidade técnica, econômica e financeira para implantação de um Centro de Inovação. De acordo com a secretaria de Desenvolvimento Econômico, Ciência e Tecnologia, o espaço poderá se tornar, inclusive, um embrião do Parque Tecnológico a ser instalado na região. Em relação ao protocolo de intenções para implantação do Centro de Inovação em Atibaia, o deputado Beto Trícoli considera a iniciativa importante regionalmente. Para ele, o centro poderá atrair empresas de alta tecnologia, o que permitirá a geração de empregos de qualidade. “Precisamos de empresas da área de tecnologia, já que a região tem restrição de ocupação em virtude das áreas de preservação ambiental. Se houver planejamento e tecnologia, teremos emprego de qualidade permanente. É para isso que lutamos por esta iniciativa”, disse Beto, parabenizando o prefeito Dr. Denig.

As Prefeituras de Atibaia, Bom Jesus dos Perdões e Mairiporã assinaram, ainda, protocolo para implantação de Espaço Empresarial. O empreendimento funciona como um escritório de apoio para empresários. O objetivo é estimular ações inovadoras e tecnológicas nas empresas. O Espaço Empresarial oferece cursos de capacitação e busca o desenvolvimento de técnicas inovadoras de produção, sempre buscando auxiliar os setores produtivos locais a serem competitivos.

Outros investimentos


O pacote de investimentos anunciados em Bom Jesus dos Perdões preveem ainda a inclusão de Bom Jesus dos Perdões e Mairiporã no Programa de Apoio Tecnológico aos Municípios (Patem); além da adesão de Bom Jesus dos Perdões e Piracaia municípios ao Sistema Integrado de Licenciamento (SIL), o que permite ao município disponibilizar a micro, pequenos e médios empreendedores um serviço unificado para obtenção de licenças para o funcionamento de suas atividades econômicas. Sobre o Acelera São Paulo


Os encontros do “Acelera São Paulo” tiveram início em agosto de 2011 e pretendem percorrer todo o Estado, dividido em 17 regiões com afinidades econômicas, para fortalecer o diálogo e a troca de experiências entre os poderes públicos municipais, a Secretaria de Desenvolvimento Econômico, Ciência e Tecnologia e os setores produtivos regionais.